Dos pés à cabeça

  • Dica de Leitura: “Culinária Coreográfica – Desmedidas de Receitas para Iniciantes na Cozinha Cênica”- Octavio Nassur

    Octávio Nassur, disponibiliza neste livro seu conhecimento de décadas de trabalhos com a dança, voltado para coreógrafos que desejam romper com fórmulas pré-prontas. O material sobre composição coreográfica foi reunido pelo professor e se tornou um manual para iniciantes que dispensa a ling...

  • Dica de Leitura: Dança de Salão Brasileira – Personagens e Fatos, de Marco Antonio Perna

    A obra consiste em vários perfis de profissionais de dança de salão do Brasil e informações sobre bandas e orquestras, bem como opiniões sobre novelas, espetáculos, livros e fitas didáticas de dança de salão. Perfis de: Leny Fiore, Valdeci de Souza, Bob Cunha, Família Reis, Álvaro Reys, ...

  • Dica de Leitura: Ai, pisaram no meu pé! – de Marcelo Grangeiro

    Aí, pisaram no meu pé! É um livro que trata com exemplos vivenciados na pratica, com sucessos e insucessos ao longo de vários anos de forma reflexiva e pautada nas teorias e ciências que nos auxiliam no processo de aprender e ensinar e vêm propor um novo conceito sobre aprendizagem e ensino na...

  • Dica de Leitura: Vem Dançar Comigo, de Carlinhos de Jesus

    Às vezes a vida nos prega peças e temos que dar um passo à trás, para depois dar dois passos à frente. Temos que ter flexibilidade para superar obstáculos, temos que transpirar para realizar nossos sonhos. Como na dança, para viver um grande amor precisamos de um parceiro, de um cúmplice. Du...

  • FILHOS DE VIDRACEIROS : A DANÇA, UMA POLÍTICA PÚBLICA E A VISIBILIDADE

    MELO, Alexandre; OLIVEIRA, Michele Ramos de (ORIENTADORA) Programa de Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas / Cejurps Área/Subárea: Interdisciplinar   RESUMO: O tema desta pesquisa está centrado na ferramenta cultural, artística e tecnológica da dança como impulsionador...

  • MAXIXE – A Dança Perdida

      “No início, o maxixe era uma forma de dançar certas músicas européias, popularizadas no Brasil. Depois, adquiriu personalidade própria, impondo por 40 anos seu predomínio no teatro de revista, bailes e Carnaval. Ganhou fama e espalhou-se pelo mundo, nos pés de marinheiros, viajan...

Bon Vivant